terça-feira, 26 de novembro de 2013

Pastor afirma que “brincadeira da foto de girafa” no Facebook é “armadilha do satanismo para gerar pactos involuntários”;

Uma brincadeira que se tornou viral no Facebook envolve uma charada e uma espécie de penitência para quem não acerta a resposta do enigma proposto. Como muitas coisas nas redes sociais, a brincadeira se tornou uma espécie de viral, e já suscitou polêmicas. O pastor Carlo Ribas, líder Igreja Unção e Poder e que se declara ex-satanista, afirma que a “brincadeira da girafa”, como ficou conhecida, é uma estratégia satânica para forçar alianças entre os internautas e o diabo. O desafio foi criado pelo vlogueiro Andrew Strugnel e o vídeo, em inglês, já tem mais de 130 mil visualizações, segundo informações do site TechTudo. “É uma armadilha que o satanismo usa e abrir legalidade espiritual na vida das pessoas”, afirma o pastor, que escreveu um artigo sobre o assunto em sua página no Facebook. Na explicação sobre em que consiste a brincadeira, o pastor afirma que ao participar da “brincadeira da girafa”, as pessoas fazem algo simbólico de forma inconsciente: “[A brincadeira] consiste em participar de uma charada (que um demônio vai trazer a resposta), gerando o pacto involuntário. A charada é a seguinte: ‘Três da manhã, a campainha toca e você acorda. Visitantes inesperados: são seus pais, que chegaram para o café da manhã. Você tem geleia de morango, mel, vinho, pão e queijo. Qual a primeira coisa que abre?’. A resposta é ‘abro o olho’ (Os olhos são a porta do corpo/alma/espírito)… Parece inocente, mas vejam o que a Bíblia diz, em Apocalipse 3:20: ‘Eis que estou à porta e bato (JESUS). Se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo’. Abrir a porta é um símbolo espiritual para abrir a vida”. Segundo Carlo Ribas, há referências à homossexualidade e até ligações a um suposto horário crucial no mundo sobrenatural: “Não acham estranho uma ‘visita inesperada’ vir tomar café da manhã as 3:00h?? Na ‘brincadeira’ a pessoa receberia uma visita inesperada as 3:00h. Três horas da manhã é um horário estratégico no inferno, dentro da magia negra no satanismo, para abertura de portais espirituais onde geram legalidades sobre vidas. A pessoa que erra a resposta, troca sua foto por 3 dias e coloca no lugar (perfil da rede social) uma imagem de uma girafa. Com isso gera a primeira legalidade de troca de identidade espiritual e abertura para opressão e – posteriormente – possessão demoníaca. A girafa é um animal símbolo da sensualidade e um dos animais que mais possuem relações entre membros do mesmo sexo, numa escala de um caso para cada dez animais”, argumenta o pastor, que também é escritor e conferencista na área de batalha espiritual. O pastor alarma: “Muitas correntes, brincadeiras aparentemente ingênuas e inofensivas aparecem nas redes sociais e os crentes, incautos, participam. Cuidado! Satanás é astuto e esperto. Ele sabe como enganar os eleitos e gerar maldições”, afirma, acrescentando precauções ao dia 31 de outubro, que é lembrado como o Dia das Bruxas: “Para muitos é só uma festa, mas no satanismo é o ritual mais poderoso, entre as oito festas mágicas do ano, chamado de Shamainh, o ritual da noite mais longa do ano. Neste ritual, espíritos de morte são autorizados pelo inferno para transitarem pelas ruas. As pessoas que fazem a brincadeira da girafa (e tantas outras) geram legalidades para que esses demônios entrem em suas casas”. Veja o texto completo do pastor Carlos Ribas: É uma armadilha que o satanismo usa para gerar PACTOS INVOLUNTÁRIOS e abrir legalidade espiritual na vida das pessoas. Consiste em participar de uma charada (que um demônio vai trazer a resposta), gerando o pacto involuntário. A charada é a seguinte: “Três da manhã, a campainha toca e você acorda. Visitantes inesperados: são seus pais, que chegaram para o café da manhã. Você tem geleia de morango, mel, vinho, pão e queijo. Qual a primeira coisa que abre?”. A resposta é “abro o olho”. (Os olhos são a porta do corpo/alma/espírito)… parece inocente, mas vejam o que a BÍBLIA DIZ, em Apocalipse 3:20: “Eis que estou à porta e bato (JESUS). Se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo”. Abrir a porta é um simbolo espiritual para abrir a vida. Não acham estranho uma “visita inesperada” vir tomar café da manhã as 3:00h?? Na “brincadeira” a pessoa receberia uma visita inesperada as 3:00h. Três horas da manhã é um horário estratégico no inferno, dentro da magia negra no satanismo, para abertura de portais espirituais onde geram legalidades sobre vidas. A pessoa que erra a resposta, troca sua foto por 3 dias e coloca no lugar (perfil da rede social) uma imagem de uma girafa. Com isso gera a primeira legalidade de troca de identidade espiritual e abertura para opressão e – posteriormente – possessão demoníaca. A girafa é um animal símbolo da sensualidade e um dos animais que mais possuem relações entre membros do mesmo sexo, numa escala de um caso para cada dez animais. Muitas correntes, brincadeiras aparentemente ingênuas e inofensivas aparecem nas redes sociais e os crentes, incautos, participam. CUIDADO!! Satanás é astuto e esperto. Ele sabe como enganar os eleitos e gerar maldições. Quando eu tentei escrever este post direto no meu iPhone, ele começou a travar. Quem tem iPhone sabe que ELES NÃO TRAVAM!!! Resolvi então orar, repreender e escrever no meu bloco de notas e colar no post (é o que estou fazendo). Enquanto eu estava escrevendo, pessoas me chamavam no facebook dizendo que, ao tentarem RETIRAR A IMAGEM DA GIRAFA dos seus perfis, o facebook trava. O QUE FAZER? Orem, peçam perdão ao Senhor e digam audivelmente que não aceitam qualquer legalidade espiritual gerada por esta brincadeira. Cancelem tudo no Nome de Jesus. Dia 31 de outubro (amanhã) é o dia em que comemoram o Halloween, o dia das bruxas. Para muitos é só uma festa, mas no satanismo é o ritual mais poderoso, entre as oito festas mágicas do ano, chamado de SHAMAINH, o ritual da noite mais longa do ano. Neste ritual espíritos de morte são autorizados pelo inferno para transitarem pelas ruas. As pessoas que fazem a brincadeira da girafa (e tantas outras) geram legalidades para que esses demônios entrem em suas casas. REPREENDAM EM NOME DE JESUS. Divulguem este post para o maior número de pessoas. Em breve vou colocar algo em meu site com explicações e exemplos sobre isso ok? Deus os abençoe e os livre do mal. Fonte:http://noticias.gospelmais.com.br/ Avatar de Tiago Chagas Publicado por Tiago Chagas em 31 de outubro de 2013 Tags: dia das bruxas, Facebook, fé, halloween, Homossexualidade, Igreja Unção e Poder, pastor Carlo Ribas, redes sociais, Satanismo, sobrenatural

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Nomes de Igrejas Inusitadas

Congregação Anti-blasfêmeas , Igreja Evangélica de Abominação à Vida Torta , Igreja Batista Incêndio de Bênçãos , Comunidade do Coração Reciclado , Igreja Aceita a Jesus , Igreja Pentecostal Jesus Nasceu em Belém , Igreja Automotiva do Fogo Sagrado , Igreja Batista A Paz do Senhor e Anti-Globo , Assembléia de Deus do Pai, do Filho e do Espírito Santo , Igreja Palma da Mão de Cristo , Igreja da Cruz Erguida para o Bem das Almas , Igreja Filho do Varão , Igreja Sinais e Prodígios , Igreja Evangélica Florzinha de Jesus , Ministério Eis-me Aqui , Igreja Jesus Está Voltando, Prepara-te , Igreja Evangélica Pentecostal Cuspe de Cristo , Assembléia de Deus Batista A Cobrinha de Moisés , Assembléia de Deus Fonte Santa em Biscoitão , Igreja Evangélica Muçulmana Javé é Pai , Igreja Abre-te-Sésamo , Igreja Evangélica dos Hinos Maravilhosos , Igreja Pentecostal Marilyn Monroe , Fonte: Gospel Prime

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Igreja Perseguida

Recentemente, o pastor Eric Foley, fundador da missão Seoul USA, ganhou espaço na mídia ao mostrar seu trabalho deevangelização com balões que levam Bíblias até a Coreia do Norte. Os relatos de 80 cristãos executados apenas por possuírem um exemplar da Bíblia em casa ajudaram a chamar atenção mais uma vez para a situação da igreja norte-coreana. Chamada de subterrânea, pois sua existência é proibida pelo governo, seus membros não podem se identificar. Foley contou à revista World deste mês que ao conversar com membros da igreja em uma de suas viagens ele sempre aprende algo. Após perguntar a um desses cristãos como poderia orar por eles, a resposta foi inesperada. “Você quer interceder por nós? Nós é que oramos por você, pois… suas igrejas acreditam que os desafios da fé cristã são resolvidos com dinheiro, liberdade e política. Quando Deus for a única coisa que você tem, aprenderá que Deus é tudo que você precisa”. Como existe uma política de tolerância zero para o cristianismo, os fieis norte-coreanos precisam sempre ter cuidado em falar sobre a sua fé em público. Muitos deles não revelam a sua crença nem aos seus cônjuges antes do casamento. Como os professores são treinados para extrair todo tipo de informações dos alunos, os pais não podem falar abertamente sobre Jesus com seus filhos em idade escolar. Foley conta que muitas vezes os filhos de famílias cristãs sequer percebem que eles estão em uma reunião da igreja subterrânea. Por exemplo, um homem lhe contou que toda semana participava de uma reunião de família onde seu avô repetia sempre os mesmos conselhos para a vida. Somente anos depois ele descobriu que as palavras do avô eram uma versão dos Dez Mandamentos. “Os cristãos norte-coreanos são muito cuidadosos em passar as histórias da Bíblia para os seus familiares e amigos. Muitas delas são recriadas para que não sejam reconhecidas como bíblicas, mas sem perder seu sentido original”, conta. Ele enfatiza que para cantar músicas de louvor ou fazer orações os cristãos não se reúnem em um local, mas fazem isso em tom baixo enquanto andam pelas ruas de cidade. Desde o final da Segunda Guerra, com a divisão das Coreias, a do Norte ficou sob o regime comunista. Os cristãos que já eram minoria, passaram a ser severamente perseguidos. Como não podiam existir escolas bíblicas nem seminários, os líderes criaram uma maneira de discipular as pessoas usando quatro pilares fundamentais do Cristianismo. De maneira simples, estabeleceram que teologia seria ensinada pelo Credo dos Apóstolos; a oração através o Pai Nosso; ética através dos Dez Mandamentos, e adoração através da Ceia do Senhor. São esses elementos que mantiveram as igrejas subterrâneas norte-coreanas até hoje. Sobre os terríveis campos de concentração para onde os cristãos são enviados, os membros da igreja disseram os veem como apenas mais um campo missionário. As autoridades norte-coreanas precisam separar os cristãos de outros prisioneiros porque ali eles podem compartilhar o evangelho sem se preocupar com as consequências. E ocorrem muitas conversões, o que preocupa as autoridades. “A vida de fé norte-coreana é construída sobre a convicção quer serão sempre fieis para realizar a obra que Deus lhes deu, mesmo diante de todo tipo de oposição. Por isso, ficam surpresos e tristes quando escutam falar de países onde a fé é muito diferente da sua”, desabafa Foley. A Seul EUA estima que existem aproximadamente 100 mil cristãos na Coreia do Norte, cerca de um terço deles em campos de concentração. Uma das ênfases da missão é treinar desertores norte-coreanos para que possam ser missionários para seu próprio povo assim que o país abrir novamente. Enquanto isso, usam programas de rádio para ajudar no discipulado dos irmãos que vivem ao norte da fronteira. Com informações Religion Today. Fonte: Gospel Prime