terça-feira, 11 de agosto de 2015

Descoberta de paleontóloga reabre discussão sobre a "maldição" de Gênesis 3

Fóssil de cobra com 4 patas retoma debate sobre veracidade da Bíblia

Descoberta de paleontóloga reabre discussão sobre a "maldição" de Gênesis 3
por Jarbas Aragão

Fóssil de cobra com 4 patas retoma debate sobre veracidade da BíbliaEncontrado fóssil de cobra com quatro patas no Brasil
Todas as vezes que os críticos falam sobre a veracidade dos relatos bíblicos, o Livro de Gênesis é quase sempre o mais atacado.
Contudo, uma descoberta revelada pela conceituada revista “Science” nesta semana reascende o debate sobre o quanto se pode aceitar a ideia de uma cobra com patas.
O fóssil de uma nova espécie de cobra que inegavelmente tinha quatro patas e teria vivido no Brasil é a primeira que se tem notícia. Segundo os cientistas, ela viveu na Bacia do Araripe, no Ceará, há cerca de 120 milhões de anos.
O artigo da Science foi assinado por David M. Martill, paleontólogo da Universidade de Portsmouth, no Reino Unido, com a colaboração de Helmut Tischlinger e Nicholas Longrich.
A espécie foi batizada de Tetrapodophis amplectus. “O fóssil faz parte de uma exposição maior de fósseis do período Cretáceo”, disse Martill em um comunicado. “Ficou claro que ninguém tinha apreciado a sua importância, mas quando eu a vi, sabia que era um espécime extremamente significativo.”
Embora fósseis de cobras com pernas tivessem sido encontrados antes, sempre eram duas patas malformadas. Este é o primeiro exemplar de uma cobra com quatro patas funcionais.
Durante centenas de anos, os defensores do criacionismo alegavam que com a maldição o animal sofreu uma mudança em sua estrutura. Agora, parece que essa hipótese não era totalmente sem fundamento. Com informações de National Geographic
Fonte: Gospel Prime

Passeata contra teoria de gênero une católicos e evangélicos / SP sem Ideologia de Gênero

Passeata contra teoria de gênero une católicos e evangélicos

A manifestação foi organizada pela igreja matriz de São Gonçalo e contou com apoio de vereadores
por Gospel Prime

Passeata contra teoria de gênero une católicos e evangélicosFoto: Paulo Araújo / Agência O Dia
A Avenida Nilo Peçanha, no Centro de São Gonçalo (RJ), foi tomada por cerca de 2 mil católicos e evangélicos que resolveram se manifestar contra a ideologia de gênero e em prol da família tradicional.
A “Primeira Caminhada Pela Família” foi organizada pelo padre André Luís, responsável pela igreja Matriz de São Gonçalo, em parceria com líderes de 30 igrejas evangélicas da cidade.
Com faixas em defesa da família formada por um homem e uma mulher, a população de São Gonçalo rejeitava o ensino de gênero nas escolas. Segundo o padre esse ensinamento é danoso para as famílias.
“Nós, cristãos (imensa maioria em São Gonçalo), consideramos a proposta gravemente danosa à educação de nossas crianças”, diz o pároco ao jornal O Dia.
Além dos cristãos, que são maioria na cidade, o evento também estava aberto para representantes de qualquer religião e até mesmo não religiosos que concordem que as escolas não devem ensinar a ideologia de gênero.
A votação na Câmara, realizada em junho, deu vitória para a família tradicional, pois o projeto foi rejeitado por unanimidade, os 24 vereadores foram contra. Porém algumas emendas foram apresentadas para incluir a ideologia de gênero nas escolas.
Para impedir que essas emendas sejam aprovadas, a igreja matriz distribui folhetos e outdoors pela cidade chamando seus fiéis para protestarem.  “A Igreja não está contra as pessoas que são homossexuais. Estamos reafirmando e resguardando aquilo que acreditamos há mais de 2 mil anos”, disse o padre. Com informações O Dia
Fonte Gospel Prime

Agora é em São Paulo :
*Esta petição é a segunda parte de uma campanha que teve início no dia 29/05/2015. Está chegando ao fim a luta para impedir que a ideologia de gênero seja reconhecida oficialmente nas escolas da cidade de São Paulo. A próxima votação será no dia...
CITIZENGO.ORG